Um veterano leva um cão de serviço à prisão – corre instantaneamente para um presidiário

Os cães são os melhores amigos do homem, animais verdadeiramente incríveis que amam os seus donos sem reservas.

Pax, um cão de serviço, é a prova disso, pois depois de se juntar ao veterano Bill Campbell, ajudou a mudar a sua vida ao dar-lhe força emocional para continuar.

Bill, veterano de guerra do Iraque de 47 anos, regressou a casa, nos EUA, em muito mau estado. Enquanto esteve de serviço, sofreu uma lesão cerebral traumática tal que voltou com 100% de incapacidade.

O stress pós-traumático fez com que Bill quase não pudesse sair da sua casa, em Washington, e a família ficou muito alarmada com a sua saúde mental e qualidade de vida.

Então, tudo melhorou quando Bill recebeu Pax, um cão de serviço de raça labrador treinado em stress pós-traumático.

Pax fez tanta diferença na vida de Bill, que este fez questão de conhecer a mulher que o treinou, então os dois viajaram até à prisão para mulheres de Bedford Hills.

Ao chegar, ficou evidente que Pax se recordava de lá ter estado, e estava ansioso por rever a antiga treinadora e amiga, Laurie Kellogg.

Assim que a viu, Pax foi a correr para ela e começou a beijá-la, muito feliz. Após o reencontro, Laurie e Bill cumprimentaram-se e foram com Pax para o edifício, em que 27 presidiárias se dedicam a treinar futuros cães de serviço.

“Eu também tive stress pós-traumático depois de anos de violência doméstica. Também tinha flashbacks. O Pax sabia, e fez-me saber que eu não estava lá, estava aqui. Eu sabia que ele ia fazer alguém sentir-se seguro. Ele fez-me ter uma sensação de liberdade num lugar em que eu devia sentir tudo menos que era livre”, conta Laurie, que recebeu Pax apenas 3 semanas após a morte do pai.

Os cães de serviço ajudam a melhorar as vidas das pessoas, muito mais do que podemos imaginar.

Veja o vídeo e PARTILHE!