Esta mulher é informada que a pintura da avó vale $ 250 e desfaz-se em lágrimas quando um avaliador revela a verdade

A maioria das pessoas provavelmente concordaria que os mosquitos são tudo menos criaturas extraordinárias. Estes insetos parecem não ter outra função na vida além de nos punir com picadas e doenças! No entanto, às vezes a sua existência pode servir um propósito muito maior, especialmente quando os seus corpos ficam presos como cola à pintura favorita da avó. Nós explicamos…

O cadáver de um mosquito muito velho incomodava tanto uma jovem, que ela finalmente decidiu remover o vidro que protegia a pintura da avó para poder retirá-lo. Mas ela teve uma sensação engraçada no estômago assim que tocou na tela. Seria possível que aquele mosquito revelava uma obra-prima?

Quando a famosa série de televisão “Antiques Roadshow” chegou a Harrisburg, uma multidão de cinco mil pessoas compareceu para ter os seus bens avaliados pelos especialistas. Foi lá que a jovem se encontrou com a mestre avaliadora Meredith Hilferty, que ficou instantaneamente intrigada com a história do mosquito.

“Eu levei a pintura para o quintal da frente e abri para tirar o mosquito e poder levá-la comigo para a faculdade, mas entretanto fiquei um pouco assustada, por isso voltei a fechar tudo porque parecia que podia ser verdadeira”, explica a jovem.

Ela herdou a obra de arte da sua avó, mas não sabia muito sobre o artista nascido na França, Henry Francosi Farny, que se mudou para o norte da Pensilvânia com 6 anos de idade. Ela só sabia que ele desenvolveu relações positivas com nativos americanos e foi mesmo adotado por uma tribo Sioux, que lhe deu o nome de Long Boots.

A obra de arte fenomenalmente bela, que retratava um grupo de Sioux montando a cavalo ao à volta da curva de uma trilha de montanha rochosa, foi originalmente passada para a sua avó quando esta tinha apenas 19 anos de idade. Era o seu bem mais precioso, e pairou sobre a cama da mulher idosa até o dia em que ela faleceu.

“O pai dela, acho, deu-lho depois de ela passar o verão num rancho quando tinha 19 anos, nos anos 40”, conta a jovem, que sempre assumiu que a pintura era apenas uma reimpressão barata que valeria cerca de US $ 200.

Contudo, foi levada às lágrimas quando finalmente aprendeu a verdade por trás do bem mais precioso da sua avó.

Duas avaliações anteriores fizeram-na acreditar que a pintura só era valiosa do ponto de vista sentimental, mas Meredith disse à jovem o contrário. As obras-primas de HF Farney são muito procuradas por causa do seu retrato pacífico da vida dos nativos americanos, em vez do conflito.

Depois de Meredith revelar o verdadeiro valor da pintura centenária, a jovem ficou aturdida. Entre lágrimas, ela encontrou tempo pois se não fosse por causa daquele pequeno e inseto, ela nunca teria descoberto que era dona de um tesouro historicamente tão significativo. Ela nunca soube o que tinha era na verdade uma fortuna, e por isso a sua reação é inestimável.

Veja o vídeo e PARTILHE!

Loading...