Cavalo passa a noite na prisão depois de ter dado coice num carro

Na Nossa Senhora Aparecida, no Brasil, um cavalo foi “preso” pela Polícia Militar depois de dar um coice num veículo ao início da noite de dia 12, domingo.

De acordo com William Francisco dos Santos, engenheiro civil e dono do animal, ele estava com o cavalo quando algumas pessoas pediram para passear com ele.

“Como sou conhecido de muitas pessoas, não vi problema em empresta-lo. Um rapaz saiu para dar uma volta e o cavalo assustou-se e deu um coice, que atingiu o veículo de uma mulher da cidade de Ribeirópolis. Em seguida, um polícia pegou no cavalo e levou-o para a delegacia”, conta William.

William ofereceu-se para levar o cavalo, mas o agente de serviço recusou e ainda disse que só o libertaria na segunda-feira.

“Quando cheguei à delegacia, o cavalo estava numa cela, como se fosse um marginal. Estava sem comida, sem água e num espaço onde não se podia mexer. À noite eu levei comida, mas hoje de manhã não me deixaram alimentá-lo”, denuncia William, com tristeza e revolta.

“Não há nenhum processo contra mim mas prenderam o meu cavalo. Estou a registar um Boletim de Ocorrência e vou para tribunal. Precisei de pedir ajuda a uma ONG de proteção dos animais para tentar soltar o meu cavalo, o que só aconteceu na tarde desta segunda-feira. Ele foi libertado, mas está a coxear de ter ficado tanto tempo sem se mexer”, acrescenta.

Nazaré Morais, representante da ONG Educação Legislação Animal, registou um Boletim de Ocorrência a queixar-se de maus tratos ao cavalo por parte do agente de autoridade.

Quanto aos danos causados pelo cavalo no veículo, William encontrou-se com a dona do mesmo na delegacia do município de Ribeirópolis para discutir o pagamento.

PARTILHE!