9 provérbios japoneses que vão mudar o seu modo de ver a vida

O Japão é um país algo contraditório, pois embora seja um país altamente tecnológico, mantém uma forte ligação com as suas tradições.

O povo japonês divide-se entre o xintoísmo e o budismo, e enraizou uma sabedora popular profunda, que junta os ensinamentos de ambas as religiões.

De seguida, deixamos alguns provérbios tradicionais do Japão, ideais para refletir, e que vão mudar a sua forma de ver a vida:

  • “Quando os pais trabalham e os filhos aproveitam a vida, os netos pedem esmola” – trata-se de um ciclo geracional que arruína as economias de muitas famílias: algumas acumularam um certo bem-estar trabalhando a vida toda, e aqueles que sempre tiveram tudo, não sabem o valor do dinheiro e acabam por o desperdiçar.
  • “É melhor ser inimigo de uma boa pessoa do que amigo de uma pessoa má” – duas pessoas boas podem entrar em conflito na vida, mas o mais importante a ser evitado é ficar perto de pessoas más.
  • “O peixe que tenta escapar parece sempre o maior” – todos os objetivos que não alcançamos parecem-nos, justamente por esse motivo, fundamentais.
  • “Se você pensar, decida, se você já decidiu, não hesite” – determinação e lucidez sempre colocadas em primeiro lugar pelo povo japonês.

  • “Não diga que é impossível. Em vez disso, diga: eu ainda não fiz isso” – os japoneses desprezam a preguiça e não valorizam as pessoas que se resignam rapidamente. Eles promovem uma atitude positiva em relação aos desafios da vida.
  • “O tempo que você passa a rir é tempo que passa com os deuses” – hoje, a medicina comprova que rir é bom para a saúde.
  • “Marido e mulher devem ser amigos e amantes” – os casamentos não duram muito, a menos que exista uma profunda cumplicidade entre marido e mulher, semelhante à que existe, por um lado, entre amigos, e por outro, entre amantes.

  • “Estudando o passado, aprendemos algo novo” – não apenas em relação aos erros, mas todas as nossas experiências passadas merecem ser objeto de reflexão para perceber o que aconteceu e quais foram as consequências.
  • “Com a madeira prometida, a casa não se aquece” – as promessas são incertas no futuro e inúteis no tempo presente, especialmente quando falamos de dinheiro.

PARTILHE!